tanpopo-w

Lendo livros sobre o Zen, deparei-me com a poesia “Espírito de Dente-de-Leão” de Shimin Sakamura:

Mesmo sendo pisoteado e esmagado
Mesmo sendo arrancado e comido
Nem morre
Nem seca
Essa forte raiz;
E sempre
Volta-se para o sol e floresce
Essa alegria
Eu faço dessas o meu espírito.

A princípio fiquei impressionado com a força que ele invocou do dente-de-leão, flor aparentemente tão frágil. Porém comecei a pensar e fiquei preocupado com essa postura de vida, que me pareceu levar a se alegrar com o sofrimento.

Sendo bem realista, aceitar tudo o que for sofrido não é bom. Por exemplo, algumas pessoas oferecem um pagamento muito baixo por um trabalho de desenho, e o desenhista acaba tendo que fazer outro trabalho para se sustentar e dar conta do trabalho mal pago. Isso diminui a qualidade dos trabalhos, pela falta de tempo dedicado a eles, e acaba por tornar a profissão de artista inviável porque abaixa a média de pagamento geral.

Entendendo Shinmin com o Pessoa

Querendo entender melhor o Shinmin, procurei se o Fernando Pessoa não tinha escrito algum poema sobre dentes-de-leão ou flores similares. Achei essa parte do poema “O meu olhar é nítido como um girassol.”

Creio no Mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender…

Pensar não, compreender sim. Isso é super Zen! Li então várias vezes o poema do Shinmin, dei um tempo. Percebi que o Shinmin fala não que quer ser um dente-de-leão pisoteado (ele perdeu o pai cedo e teve uma vida difícil, não está glorificando o sofrimento). Ele aponta a fortaleza e a alegria através dente-de-leão, são elas que ele quer como o seu espírito.

Daqui para frente, sempre olharei os dente-de-leões de maneira diferente.

Mineiro de Belo Horizonte. Aos 14 anos fica sensibilizado com o mangá e decide se tornar mangaká. Estuda japonês e quadrinhos intensamente e faz mestrado na Tokyo Zokei University. Após se formar começa a trabalhar numa empresa japonesa de TI, e continua a desenhar mangás. Atualmente produz a série “My Zen Diary” na revista President Next entre outras, como um mangaká apaixonado pelo Zen.

A poesia “Espírito de Dente-de-Leão” fala que sofrer é bom?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X