see-yourself-w

O Yokota nos contou tambem que ver o honshin é algo como ver-se de fora de si mesmo. Tem um trecho da poesia de Machi Tawara que ilustra isto:

“Há também o eu que se espanta ao ver eu chorando, e a paixão começa a terminar silenciosamente”

Essas palavras falam que, olhando bem para si mesmo, é possível ver as emoções que estão dentro de você. Então você pode escolher tornar-se a pessoa triste, ou olhar a pessoa que está triste. O Zen convida à pergunta o que é que está triste?

Na linha Rinzai ensina-se que existe um Eu maravilhoso, o Eu que observa tranquilamente e sempre toma as decisões corretas.

Para mim isso se chama ser sincero consigo mesmo. Quando você está discutindo, e percebe que não está com a razão, você pode escolher entre adimitir que está errado ou tentar vencer através da lábia ou da força.

Porém o fato de você não estar com a razão não muda. Vale a pena forçar a barra e “vencer”? Se for por um sorvete meu que está em jogo vale a pena lutar com todas as forças!

Mineiro de Belo Horizonte. Aos 14 anos fica sensibilizado com o mangá e decide se tornar mangaká. Estuda japonês e quadrinhos intensamente e faz mestrado na Tokyo Zokei University. Após se formar começa a trabalhar numa empresa japonesa de TI, e continua a desenhar mangás. Atualmente produz a série “My Zen Diary” na revista President Next entre outras, como um mangaká apaixonado pelo Zen.

Ver-se objetivamente e o Honshin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X